19 de maio de 2011

No teto

Em divagações,
Olho para o teto
– Projeto –
(Secreto)
Tão perto!

Nada vejo.

4 comentários:

Camila S. disse...

Deveria manter os olhos fechados.

Roberto Borati disse...

pare de quebrar o óculos quando beber!


mas sério, gostei cara....do jeito que gosto, na marotice poética!

Aline disse...

dá uma raiva desgraçada.
acho que esse poema resume meu processo criativo.

Um homem qualquer disse...

É, vez ou outra, por perto só o teto.